As nossas medidas de segurança

expand_more

As nossas medidas de segurança

As clínicas estão abertas e as nossas pacientes retomaram os seus tratamentos gradualmente após a avaliação de cada caso em particular. 

Note-se que temos pacientes para as quais a realização de um tratamento de procriação medicamente assistida é uma necessidade urgente para conseguirem o objetivo de serem mães, uma vez que a idade influencia de forma negativa a fertilidade.

Desde o início, o IVI quis garantir a segurança de quem nos visita e da nossa equipa, pelo que tomámos medidas de proteção que pedimos que as compreenda e as cumpra, e que se irão adaptando à situação da pandemia que vamos tendo em cada momento.

Perante a ausência de informação sobre quando haverá uma possível vacina, é provável que o SARS-CoV-2 esteja entre nós por muito tempo, com efeitos variáveis sobre a nossa sociedade e sabemos que o atraso na realização de um tratamento por um longo período de tempo pode ter um efeito negativo em certos grupos de pacientes inférteis. Há pacientes que não podem esperar para iniciar tratamento.

Não foi contraindicada a gestação espontânea por nenhuma sociedade científica nem atualmente são consideradas as relações sexuais como uma possível via de transmissão do vírus.

Dados da Sociedade Espanhola de Ginecologia e Obstetrícia indicam que as mulheres grávidas poderão passar pela doença de forma leve ou assintomática como acontece em cerca de 80 % da população em geral. Também não foi demonstrado que a infeção por SARS-CoV-2 durante a gravidez está associada, com maior incidência, a problemas médicos ou obstétricos. Embora existam fatores de risco associados que podem ser associados a maiores complicações da COVID-19 durante a gravidez, e que incluem: hipertensão arterial crónica, obesidade e diabetes pré-gestacional.

Mantém-se a possibilidade da consulta online?

A primeira consulta online já era uma realidade no IVI, há muito tempo que nos preparávamos para a telemedicina, mas, agora mais do que nunca, a primeira consulta online chegou para ficar. Todas aquelas pacientes que o pretendam, poderão fazer a sua primeira consulta online, com um seguimento e ampliação de exames presenciais (pack diagnóstico). Como sempre, poderá marcar uma primeira consulta online ou presencial, através do nosso site ou pelo nosso número de telefone 800 780 340.

O que devo fazer antes de chegar à clínica? Medidas de prevenção

  • Não venha à consulta se tiver ou teve febre, tosse, dificuldade respiratória, nos últimos 14 dias, e informe o seu médico. Na clínica, entraremos em contacto consigo para acompanhar a sua evolução e marcar uma nova consulta logo que seja possível.
  • Não venha à consulta se esteve em contacto com alguém com diagnóstico ou suspeita de COVID-19 nos últimos 14 dias, informe o seu médico.
  • Acompanhantes: atendendo ao contexto atual de evolução da pandemia e com o intuito e evitar aglomerações dentro da clínica, é importante para a segurança de todos, que sempre que possível venha sem acompanhante ao IVI. No entanto, se vier à primeira consulta ou a algum ato no bloco cirúrgico, pode vir acompanhada.
  • Seja pontual, mas tente não chegar com muita antecedência (exceto nos casos em que a nossa equipa o solicite).
  • É obrigatório o uso de máscara cirúrgica no interior da clínica e é da responsabilidade de quem nos visita trazê-la de casa.
  • Pediremos que faça todos os seus pagamentos com cartão, para evitar o manuseamento de dinheiro.

Uma vez dentro da clínica

  • Existem dispensadores de gel desinfetante de mãos dispostos pela clínica.
  • Aquando da sua identificação na receção, respeite a distância delimitada pela faixa de segurança.
  • Na sala de espera, aguarde a chamada mantendo a distância mínima de 1,5 metros em relação às outras pessoas (todas as poltronas da sala de espera se encontram, umas das outras, a uma distância superior a essa).
  • Para sua segurança, os profissionais do IVI estarão a usar máscaras e haverá janelas de acrílico nos pontos nos quais há uma comunicação frente a frente.

Vão fazer-me algum tipo de exame de diagnóstico antes de começar o tratamento?

O objetivo do IVI é oferecer a máxima segurança, tanto a pacientes como aos nossos funcionários, durante a realização dos tratamentos. É por isso que, adicionalmente às medidas já mencionadas anteriormente, vamos oferecer a possibilidade de fazer o teste de deteção de antígenos para a COVID a todas as pacientes que vão iniciar um tratamento. A determinação de antígenos é um teste rápido com um resultado em cerca de 15 minutos, e com uma fiabilidade muito elevada.  

Existe risco de contágio do meu material genético nos laboratórios?

Não. Até ao momento, tudo o que sabemos pelas publicações atuais, é que é muito pouco provável que possa encontrar-se o vírus em óvulos ou espermatozoides.

Além disso, todos os nossos laboratórios estão preparados para trabalhar com agentes infeciosos do tipo 2, como o SARS-CoV-2, pelo que não haverá neste ponto nenhum tipo de risco.

Cara paciente, devemos evitar a todo o custo que o desenvolvimento das atividades diárias leve a um novo aumento do número de contágios e doentes. Por este motivo, no IVI estamos a tomar todas as medidas necessárias recomendadas pelas organizações científicas e com base na evidência.

Ajude-nos a cumprir com estas medidas!

 

Solicite a sua primeira consulta

Voltar ao topoarrow_drop_up