Inseminação Artificial (IA)

 O objetivo da inseminação artificial (IA) é respeitar ao máximo o ambiente natural dos gâmetas, propiciando assim a fecundação. Esta técnica consiste na colocação de uma amostra de sémen, previamente preparada em laboratório, no interior do útero da mulher com a finalidade de aumentar o potencial dos espermatozoides e as possibilidades de fecundação do óvulo.

Inseminação Artificial (IA)
play_arrow https://img.youtube.com/vi/gfEyKveJJ4A/0.jpg

A inseminação artificial é um tratamento de medicina da reprodução de baixa complexidade. Consiste em introduzir uma amostra de sémen, seja do parceiro ou de um dador, no útero da mulher.
Com este procedimento a probabilidade de gravidez é maior do que através de uma relação sexual, por vários motivos:

  • a amostra de sémen é processada em laboratório: para selecionar unicamente os espermatozoides móveis capazes de fecundar o óvulo;
  • existe um processo de estimulação ovárica, que procura o desenvolvimento de vários folículos usando um regime de estimulação com gonadotrofinas; desta forma, controla-se o crescimento e amadurecimento dos folículos, o que aumenta a probabilidade de gravidez;
  • a amostra é introduzida no útero aproximadamente no momento em que o ovário liberta um dos óvulos para ser fecundado;
  • o procedimento é programado: para que ocorra no momento ideal de crescimento e maturação dos óvulos.

É indicada para que casos?

A inseminação artificial pode realizar-se com uma amostra de sémen do parceiro (IAH) ou de um dador (IAD) e é indicada para os seguintes casos:

Mulheres sem companheiro

  • sem parceiro e com uma boa reserva ovárica
  • com alterações na ovulação
  • com alterações na entrada do útero (fator cervical)

Casais heterosexuais

  • com alterações na ovulação
  • com alterações na entrada do útero (fator cervical)
  • com anomalias leves ou moderadas na qualidade do esperma
  • portador de doenças genéticas que não podem ser estudadas em embriões

Casais de mulheres

  • casais de mulheres com boa reserva ovárica

A Inseminação Artificial passo a passo

Estimulação ovárica
1º PASSO

Estimulação ovárica

Com o início do tratamento - que é definido pelo ciclo menstrual da mulher - começa a estimulação ovárica, que tem uma duração estimada de 10-12 dias. Esta estimulação aumenta a possibilidade de sucesso, já que a mulher, de forma natural, apenas produz um óvulo em cada ciclo menstrual enquanto que, desta forma, é assegurada a produção de um ou dois óvulos.

 Preparação / Controlo folicular
2º PASSO

Preparação / Controlo folicular

O médico especialista faz um seguimento exaustivo da estimulação mediante ecografias (3 ou 4) e análises de sangue. Assim que os folículos alcancem o número e tamanho adequados, deve-se administrar uma dose da hormona hCG para induzir a ovulação e, 36 horas depois, programa-se a inseminação artificial.

Preparação da amostra de sémen
3º PASSO

Preparação da amostra de sémen

No dia da inseminação, no laboratório de Andrologia da sua Clínica IVI, é preparada a amostra de esperma para otimizar a sua qualidade e assim aumentar a probabilidade de fecundação. Se se utilizar o sémen do parceiro, o homem deve entregar a amostra no laboratório umas 2 horas antes do tratamento.
Esta preparação permite aos nossos andrologistas selecionar e concentrar os espermatozoides de maior mobilidade, descartando os mortos, imóveis ou que se movam lentamente.

 Inseminação
4º PASSO

Inseminação

A inseminação artificial realiza-se em consulta, sem sedação e sem necessidade de passar por uma sala de operações. Depois de se colocar um espéculo, introduz-se a amostra de sémen através de uma cânula até ao interior do útero.
Após este processo, e depois de descansar por uns minutos, os nossos especialistas informam qual a melhor altura para se realizar o teste de gravidez através de análise sanguínea, que deverá ser 14-15 dias depois da inseminação. Os especialistas do IVI recomendam fazer a vida normal durante esse tempo de espera, evitando apenas as atividades de alta intensidade.

Beta espera/ Seguimento gestacional
5º PASSO

Beta espera/ Seguimento gestacional

Se o resultado for positivo, 20 dias depois realiza-se uma ecografia de controle que confirmará o saco embrionário. Uma vez obtida a alta, pode continuar o seguimento da gravidez com o seu ginecologista habitual.

Porquê o IVI?

badge

Experiência

No IVI contamos com 30 anos a oferecer as melhores técnicas de reprodução assistida

handshake

Portal do Paciente

Terá acesso a um serviço “online” completo durante todo o processo

microscope

Investigação

Investimos na investigação para que ser mãe custe menos


Solicite informações sem compromisso

Também pode ligar gratuitamente para o 800 780 340
Descripció imatge

Perguntas frequentes

Homens com qualidade seminal inadequada ou diminuída.

A inseminação artificial é uma técnica que é indicada para um casal estéril quando os seguintes requisitos são cumpridos:

  • Permeabilidade tubária
  • Contagem de espermatozoides móveis superior a 3 milhões de espermatozoides móveis pós-capacitação
  • Boa reserva ovárica
  • É também uma boa opção de tratamento para mulheres sem parceiro ou casais de mulheres, neste caso através da utilização de sémen de um doador. Para este efeito, os requisitos serão semelhantes, exceto no que diz respeito ao homem

Com o início do tratamento, marcado pelo ciclo menstrual da mulher, começa a estimulação ovárica, e esta tem uma duração aproximada de 10 dias. Quando o folículo atinge o tamanho apropriado, a ovulação é induzida e a inseminação é agendada 36 horas depois. No total, todo o processo demora cerca de 12 dias

  • Ecografia para confirmar que tanto o útero como os ovários estão aptos para iniciar o tratamento
  • Exame de permeabilidade tubária para verificar se, pelo menos, uma das trompas é perfeitamente funcional
  • Análise hormonal e serologias completas
  • Espermograma para avaliar as características do sémen

 

A inseminação é um procedimento que é realizado na própria consulta de ginecologia e não requer a ida ao bloco operatório. Depois de realizada a inseminação, e embora isso não aumente as probabilidades de êxito, a mulher pode repousar durante 15-20 minutos para aumentar o seu conforto e tranquilidade. Depois de sair da clínica, pode fazer vida normalmente.

A inseminação artificial é um processo simples e indolor que não requer a sedação da paciente. É realizada na consulta de ginecologia através da introdução de um cateter fino que causa apenas um pouco de desconforto à paciente

O custo do tratamento de IA no IVI pode variar de acordo com os exames necessários para cada paciente. No entanto, um tratamento de Inseminação Artificial sempre inclui:

Análises hormonais, ecografias, o tratamento, a análise de gravidez e a consulta de resultados.

 

O tratamento de inseminação artificial pode ser realizado em qualquer clínica IVI em Portugal

Contacte a sua clínica IVI mais próxima e peça informações sem compromisso. Procurar a minha clínica

 Encontre a sua Clínica

Encontre a sua Clínica

Solicite a sua primeira consulta

Voltar ao topoarrow_drop_up