Agosto 23, 2016

O exercício físico melhora a qualidade dos espermatozoides

Estudos IVI sobre espermatozoides

Um estudo do IVI Bilbao revela que praticar exercício físico de alta intensidade melhora a qualidade dos espermatozoides. O que contrasta com a opinião, até aqui defendida pelos especialistas, que recomendavam o exercício físico moderado. Anteriormente acreditavam que desporto de alta intensidade era prejudicial.

O IVI reuniu 85 candidatos a dadores de sémen e aplicou o questionário internacional de atividade física – IPAQ. Este questionário é estandardizado e determina o grau de atividade física realizada.
O estudo foi aplicado em jovens com idades compreendidas entre os 18 e os 35 anos. Conclui-se que realizar atividade física intensa, pelo menos três vezes por semana, e ter um estilo de vida saudável ajuda a prevenir a infertilidade.

A Dra. Susana Alves, diretora do laboratório de andrologia do IVI Lisboa explica: a atividade física intensa não só, não tem efeitos adversos sobre a qualidade dos espermatozoides, como também se associou a melhores parâmetros seminais.

Ainda se desconhece o grau de atividade física ideal para aconselhar uma eventual alteração na praticada de desporto. O que poderia ajudar nos casos dos casais com problemas reprodutivos.  Para tal, seria preciso fazer mais estudos. Em suma, uma amostra maior permitiria especular sobre a conveniência de os homens inférteis aumentarem a pratica de atividade física.

Além disso, os candidatos do estudo levado a cabo praticavam desporto a nível pessoal. Neste momento, os investigadores do IVI Bilbao estão a preparar um novo estudo. Posteriormente o objetivo é avaliar o impacto da pratica de desporto no sémen dos atletas de alto rendimento.

Verdades e mitos sobre o que pode afetar a qualidade dos espermatozoides

Verdade: usar o telemóvel no bolso
Estudos confirmaram que o uso de telemóvel perto da zona genital afeta a qualidade dos espermatozoides.

Falso: Jacuzzis
sabe-se que calor dos jacuzzis na zona genital masculina diminui o número de espermatozoides, mas a sua utilização moderada não provoca qualquer problema.

Verdade: fumar
Em geral fumar afeta a saúde e a fertilidade também. Estudos mostram que fumar influência o número e qualidade dos espermatozoides e pode provocar alterações genéticas do esperma.

Verdade: Andar de bicicleta
Um estudo feito em ciclistas espanhóis de alta competição mostrou que estes atletas tinham menor qualidade de esperma e uma menor contagem de espermatozoides do que desportistas de outras modalidades.
Seria necessário fazer um estudo mais abrangente para verificar esta conclusão. Os ciclistas que fazem pequenos percursos os testículos não aquecem da mesma forma daqueles que utilizam a bicicleta mais horas.

Falso: Cuecas ou boxers justos
O facto das cuecas ou os boxers serem justos não afeta os espermatozoides uma vez que estas não produzem calor suficiente para tal.

Por fim, se quiser desvendar mais algum mito sobre o que pode afetar a qualidade dos espermatozoides pode sempre deixar-nos um comentário ao post e os nossos especialistas ajudam a esclarecer a sua curiosidade.

 

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up