Março 23, 2016

Refutando Mitos da Endometriose

imagem de mulher com verdades e mitos sobre a endometriose

A endometriose é uma patologia que se caracteriza pela presença do endométrio fora de seu lugar de origem, que é revestindo a parte interna do útero e descamando em forma de menstruação. O diagnóstico da endometriose pode levar anos, inclusive estima-se que costuma ser detectado após os 25, quando já esteve evoluindo por cerca de 5 a 10 anos sem receber tratamento.

O principal mito de dificulta o diagnóstico da endometriose é encarar as fortes dores menstruais como algo normal e não procurar ajuda médica. Também a nível médico, é preciso conscientização porque ainda existem ginecologistas que não estão habituados em fazer o diagnóstico dessa doença, levando suas pacientes a não insistir na procura de uma solução para os sintomas que apresenta.

Selecionamos algumas verdades e mitos sobre a endometriose para você conhecer e compartilhar com outras mulheres. Para quem quiser tirar suas dúvidas pessoalmente, fique atenta a nossa agenda! Vamos realizar uma palestra gratuita sobre a endometriose dia 9 de abril em Salvador.

 

Quem tem endometriose sempre tem muita dor

Mito: Apesar de na maioria das vezes a endometriose causar dores muito fortes, principalmente durante o período menstrual, ela também pode ser assintomática. Outros possíveis sintomas da endometriose são alto fluxo menstrual, dores durante as relações sexuais, dores para urinar ou para defecar, tudo dependendo de onde estão as lesões de endometriose.

 

A endometriose está ligada ao câncer

Mito: Não está comprovada esta relação, apesar da endometriose poder estar associada ao endometrioma, que são cistos pequenos, estes podem ou não serem malignos.

 

A endometriose pode causar a infertilidade

Verdade. Quando não é tratada, a endometriose pode evoluir e afetar as Trompas de Falópio ou ovários, dificultando a gravidez. Entre as portadoras de endometriose, cerca de 30 a 50% podem ter problemas para conseguir engravidar naturalmente.

 

A endometriose melhora após a gravidez

Verdade. Apesar de não ser uma regra para todas, acontece na maioria dos casos.

 

A endometriose não tem cura

Verdade. Por isso a importância de detectar e iniciar o tratamento para evitar que a endometriose alcance estágios mais graves.

 

A endometriose é uma doença rara

Mito. A endometriose afeta de 10 a 15% das mulheres. Estima-se que no Brasil existem 6 milhões de portadoras.

 

É difícil detectar a endometriose

Em partes. Existem exames como a ultrassonografia com preparação intestinal e a ressonância magnética que podem detectar a endometriose. No entanto, o maior desafio atualmente é que as mulheres procurem ajuda para receber o diagnóstico o antes possível e evitar dessa forma que a endometriose evolua a estágios mais graves.

 

A endometriose é hereditária

Acredita-se que sim, já que existe maior possibilidade de ter endometriose quando existem casos dentro da família.

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up