Solicite informações ou consulta

MACS

O MACS é uma técnica que permite selecionar os espermatozoides com as melhores características para serem utilizados nos tratamentos de reprodução assistida

macs

Esta técnica elimina os espermatozoides apoptóticos – aqueles destinados a morrer sem conseguir fecundação, escolhendo os sãos e aumentando desta forma a possibilidade de gravidez.

INDICAÇÕES:

Pode aplicar-se esta tecnologia a qualquer tipo de paciente, mas principalmente a:

  • Pacientes destinados a inseminação artificial.
  • Pacientes estéreis com uma elevada fragmentação de ADN nos seus espermatozoides.
  • Pacientes com abortos de repetição sem outra causa identificada.
  • Pacientes com pelo menos um ciclo anterior ou com má qualidade embrionária não atribuível aos ovócitos.

Esta técnica está descrita desde há mais de 25 anos e utiliza-se como rotina no campo da imunologia e hematologia clínica.

EQUIPA MÉDICA

Graças a uma equipa de mais de 1000 profissionais dedicados ao seu tratamento, o IVI converteu-se numa das referências mundiais no campo da procriação medicamente assistida.

TECNOLOGIA

O IVI é pioneiro em tecnologia de procriação medicamente assistida para oferecer os melhores resultados.

ATENDIMENTO

97 % dos nossos pacientes recomenda o IVI. O IVI oferece atendimento personalizado e acompanhamento em todas as fases do tratamento.

QUALIDADE/PREÇO

Não somos a opção mais cara. Somos a que mais alternativas de tratamento oferece para conseguir resultados.

RESULTADOS

MACS

Nas clínicas de procriação medicamente assistida do IVI somos pioneiros na aplicação da seleção celular imunomagnética (MACS), que permite separar os espermatozoides sãos dos danificados.

PROCEDIMENTO

A técnica MACS envolve o uso de partículas magnéticas biodegradáveis minúsculas, ligados a um anticorpo (proteína anexina V), que tem a capacidade de reconhecer os espermatozoides que vão morrer antes de fertilizar o óvulo, juntando-se a eles e permitindo separá-los dos espermatozoides sãos.

Após adicionadas as esferas com anexina V à amostra de sémen, esta faz-se passar por umas colunas na presença de um pequeno campo magnético, de modo que os espermatozoides apoptóticos fiquem retidos nas paredes da coluna, sendo os espermatozoides sãos que não tenham evidenciado a sua morte celular os que atravessam a coluna por gravidade. Deste modo, podemos obter espermatozoides sãos e com as melhores qualidades fisiológicas para serem utilizados nos tratamentos de reprodução assistida.

Solicite a sua primeira consulta