Junho 5, 2019

O IVI compensa a 100% as emissões de CO2 geradas no Congresso Internacional do IVIRMA

No passado mês de abril, o IVI organizou a oitava edição do internacional IVIRMA Congress em Palma de Mallorca. O compromisso social e ambiental foi primordial na definição e organização do evento. Este foi o primeiro congresso médico a nível mundial, cujo plano estratégico foi pautado pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU.

Neste sentido, e dentro do seu compromisso ambiental, o IVI está empenhado em reduzir a pegada de carbono. Assim, as 48 toneladas de CO2 geradas foram compensadas através do apadrinhamento de 300 m2 de posidonia oceanica1, uma iniciativa dentro do projeto SAVE POSIDONIA para conservar uma espécie básica do ecossistema das ilhas Baleares.

“Estamos conscientes da necessidade de nos envolvermos a nível global com a sustentabilidade ambiental, tal como fizemos no nosso congresso. Todas as iniciativas que desenvolvemos foram orientadas no mesmo sentido, o objetivo é contribuir para o equilíbrio do planeta”, explica Andreu Miquel, diretor de Recursos Humanos e de Responsabilidade Social Corporativa do IVI.

Outra ação implementada neste âmbito durante o congresso foi o abastecimento de energia 100% renovável, tanto no Palácio de Congressos onde decorreu o evento, como no Hotel Palma Bay, onde esteve alojada a equipa. O uso eficiente das atividades e dos espaços utilizados pelo IVI, de forma a evitar o desperdício de recursos, mesmo sendo de origem renovável, e a compensação equivalente a 33 toneladas de CO2 proveniente das deslocações de avião dos colaboradores, entre outras medidas.

Para estabelecer as ações levadas a cabo durante o congresso foi definido um plano de sustentabilidade em torno de quatro linhas de trabalho: a primeira já citada, enquadrada na área de “Alterações climáticas”, seguida pelas áreas de economia circular, pessoas, recursos naturais e produção local, cujos resultados serão públicos hoje, por motivo do Dia Mundial do Meio Ambiente.

Recuperação de 2.300 Kg de resíduos orgânicos e 800 kg de resíduos de vidro

Este objetivo, integrado dentro da área de “Economia circular: Filosofia de Residuo 0”, pode alcançar-se graças à implementação de várias ações: desenvolvimento de uma aplicação móvel para a informação dos assistentes, colocação de ecrãs para a consulta de posters científicos e como elemento de sinalética, tudo com o lema: “Papel 0, comprometidos com o planeta” ou a simplificação da cenografia das salas de conferência e plenários.

A tudo isto soma-se o empenho dos stands participantes na otimização e reutilização de materiais, e reconhecimento do stand mais sustentável: o da Merck. Este foi reconhecido mediante um diploma que o acredita como proprietário da zona apadrinhada de Posidonia, cujo nome fixado foi Merck Posidonia, em honra deste reconhecimento.

É ainda de destacar a iniciativa de separação de resíduos para facilitar a correta gestão da reciclagem, assim como o compromisso do IVI com a prevenção de resíduos mediante o uso de material compostável em substituição dos elementos de plástico de uso único.

Pessoas: igualdade e exclusividade

Esta área integra várias iniciativas, todas focadas na inclusão de coletivos em risco de exclusão através da fundação ADECCO: ausência de barreiras de acessibilidade física nos espaços do congresso, visibilidade de iniciativas sociais e a presença de stand dos Médicos Sem Fronteiras.

Durante o congresso realizou-se uma doação de 3.000€ a um projeto social, escolhido pelos assistentes do congresso, entre uma seleção de três projetos propostos pela equipa do IVI Maiorca e a sociedade das Ilhas Baleares. O vencedor foi um projeto apresentado pela Fundação Rafa Nadal, um centro de integração social para mais de 200 menores em risco de exclusão social em Palma de Maiorca.

Assim, dentro do compromisso social do IVI, procedeu-se à colocação de fontes de água para os assistentes que ficou a cargo da empresa social Proyecto 3 Glops, uma iniciativa local onde os colaboradores são pessoas com incapacidades que participam em todo o processo produtivo, desde o desenho até à comercialização.

Recursos naturais e produção local

Durante o congresso organizaram-se ações para promover o uso eficiente da água, assim como a inclusão nos menus de alimentos de origem local com o objetivo de fomentar o consumo de alimentos Quilómetro 0, mais sustentáveis para o ambiente e socialmente.

«Os 1.674 assistentes do nosso congresso, que vieram de mais de 78 países, os 17 stands sensibilizados e comprometidos que partilharam connosco a aposta pelos ODS como eixo central da nossa estratégia de sustentabilidade e os resultados obtidos incentivam-nos a continuar a trabalhar com o objetivo de: “Inovar com o coração para criar vidas com sentido”», conclui o diretor de Recursos Humanos.

Compromisso ambiental do IVI

A preservação e o respeito pelo meio ambiente são pilares básicos da atuação do IVI como empresa global. O IVI conta com um procedimento de gestão de resíduos que aplica às suas clínicas, cujo objetivo é fazer uma correta gestão dos resíduos que se gera.

Além disso, no IVI estão a ser implementadas ações destinadas à redução do consumo de papel, como é o caso da assinatura biométrica e do portal do doente.

No que diz respeito à energia, a gestão centra-se em realizar melhorias para a redução do consumo e uma maior eficiência energética das instalações das clínicas.

1 Posidonia oceanica é uma planta aquática do Mar Mediterrâneo e é essencial para a conservação ambiental da região: serve de abrigo para diversos organismos e graças às raízes fixa a areia no fundo do mar e ainda amortiza o efeito das ondas e correntes, depura as águas das costas, limando-as de sedimentos,. Cada m2 de Posidonia liberta cerca de 20 litros de oxigénio por dia.

CONTACTO DE IMPRENSA

  • Maria Vassalo Safont
  • Email: [email protected]
  • Telefone: +351 218 503 210
  • Avenida Infante D. Henrique, 333 H - Esc. 1 - 9ª 1800-282 Lisboa (Portugal)

DOSSIER DE IMPRENSA

Última atualização
Fevereiro 2017

Descarregar PDF

Voltar ao topoarrow_drop_up