Outubro 26, 2016

Doação de óvulos: tudo o que precisas saber

Dadores gametas

A doação de óvulos é um ato voluntário e altruísta, de mulheres que decidem ajudar outras a ser mães. No entanto, existem muitas dúvidas entre as jovens que gostavam de ser dadoras.

Selecionamos as 10 perguntas mais comuns entre as jovens, antes de decidirem iniciar o processo de doação.

1. Quantos dias dura o tratamento?

O tratamento é à base de injeções subcutâneas (como a insulina dos diabéticos) e geralmente dura entre 10-12 dias. Depois desta estimulação hormonal, o último passo será a punção folicular, em que se irá fazer a extração dos óvulos.

2. É doloroso? 

O tratamento em si não é doloroso, se bem que à medida que aumenta o tamanho dos ovários pode ocorrer uma certa distensão abdominal e desconforto. Seja como for, se houver algum desconforto, este dura poucos dias.

3. Tem efeitos secundários?

Não existem efeitos secundários, apesar de nos últimos dias poder ocorrer algum desconforto e inchaço, semelhante a um síndroma pré-menstrual.

4. Posso ter relações sexuais durante o tratamento de doação de óvulos?

O tratamento para a estimulação ovárica faz com que o tamanho dos ovários aumente, pelo que não se aconselha ter relações sexuais durante os dias das injeções e até voltar a menstruar depois da punção.

5. O procedimento é feito no bloco operatório?

A extração de óvulos é feita no bloco operatório via vaginal e com uma sedação superficial. Dura cerca de 10 minutos e na maioria dos casos duas horas depois têm alta, por isso não é necessário internamento.

6. Quantas vezes posso doar óvulos?

A lei portuguesa prevê que uma mulher posso doar ovócitos três vezes ao longo da sua vida.

7. Como sei se tenho perfil para entrar no programa de doação de óvulos?

Para ser dadora de óvulos deves ter entre 18 e 34 anos de idade, ser saudável e estar emocionante estável.

8. É remunerado?

A doação de óvulos é anónima e altruísta, existe uma compensação económica estabelecida por lei que visa compensar as deslocações à clínica e o tempo dedicado ao processo. O valor no caso das mulheres é de 628,83€.

9. Posso ser dadora se tomo contracetivos hormonais ou tenho DIU?

O facto de tomar contracetivos hormonais habitualmente não é um contra-indicação, no entanto no mês do tratamento não se podem tomar.

No caso do DIU, não há necessidade de retirá-lo para ser dadora.

10. A doação de óvulos pode afetar a minha fertilidade no futuro?

A doação de óvulos não afeta a fertilidade. De forma natural, em cada ciclo perdem-se centenas de óvulos, e só um fica maduro. O tratamento hormonal que se realiza na doação de óvulos consiste em fazer com um maior número de ovócitos madure, e se assim não fosse estes seriam perdidos de forma natural. Além disso, a consulta de ginecologia é muito completa e permite detetar qualquer alteração que em caso contrário passaria despercebida.

Se estás a pensar em ser dadora de óvulos marca uma primeira consulta para esclarecer todas as tuas dúvidas connosco. Podes fazê-lo através deste formulário ou de forma gratuita pelo 800 787 787.

 

 

 

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up