Janeiro 23, 2014

Cinco conselhos para não desanimar durante o tratamento de procriação medicamente assistida

Há momentos em que os tratamentos de procriação medicamente assistida se tornam prolongados e aborrecidos. Os casais passam por muitas emoções e situações que lhes levam a questionar sobre a verdadeira vontade e capacidade enquanto casal para enfrentar o processo para ter um filho. A maioria consegue o que tanto sonhou e engravida. Partilhamos uma lista de conselhos para ajudar a não desanimar durante o tratamento de procriação assistida.

  1. Aceitem a situação: em determinados casos a tão esperada e desejada gravidez demora mais do que seria desejável. Aceitem com naturalidade as emoções e sentimentos que podem surgir e não se culpabilizem por isso.
  2. Dediquem-se a outros aspetos da vida pessoal: não deixem para trás outros projetos e programas que lhes fazem sentir bem.
  3. Pensamento positivo e cabeça focada no objetivo. Afastem o pessimismo e encarem o vosso sonho com um sorriso.
  4. Apoiem-se enquanto casal: cuidarem emocionalmente um do outro é fundamental para não abandonarem o tratamento. Isto implica saber ouvir, ser tolerante e compreensivo.
  5. Procurem acompanhamento psicológico: está provado que o apoio psicológico melhora o estado emocional dos casais em tratamento, traduzindo-se numa menor taxa de abandono.

O caminho constrói-se todos os dias, e é natural que possam surgir algumas “pedras” pelo trajeto. Nessas situações centrem-se no nosso sonho e unam forças. O tão esperado dia vai chegar.

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up