Março 12, 2014

A endometriose afeta a fertilidade

Em Portugal ainda não existem números concretos relativamente à endometriose. No entanto, estima-se que em todo o mundo, 1 em cada 6 mulheres sofra desta doença que afeta a fertilidade. Em média pode demorar entre 7 e 12 anos a ser diagnosticada e em muitos casos só se fica a saber que se padece de endometriose, após a mulher se deparar com dificuldade em engravidar e se procurar a causa da infertilidade.

 

O que é a endometriose

A endometriose deriva da palavra endométrio, que é um tecido que reveste o útero no seu interior, e que se descama todos os meses com a menstruação. A endometriose consiste na presença do tecido endometrial fora da sua localização habitual, que é dentro do útero. A sua localização mais frequente é nos ovários, nas trompas de Falópio, nos ligamentos que sustentam o útero e no revestimento da cavidade pélvica ou abdominal. É um tecido sensível às oscilações hormonais durante o ciclo menstrual, e dai os sintomas que produz.

Sintomas endometriose

Os sintomas mais frequentes são a dor (muito forte), as alterações intestinais, a infertilidade, as dores durante o ato sexual, cansaço anormal e injustificado, período irregular, no entanto os sintomas variam de mulher para mulher e algumas de forma inexplicável nem os sentem.

Endometriose e fertilidade

Existe uma relação entre a endometriose e a esterilidade, a doença é responsável por cerca de 35% dos casos de infertilidade.

No entanto, nem sempre a doença está ligada à infertilidade, principalmente nos casos mais leves, e que muitas mulheres com endometriose podem engravidar, seja pela via natural ou mediante técnicas de procriação medicamente assistida.

Segundo uma entrevista da presidente da Associação de Mulheres com Endometriose, “Portugal ainda tem um longo caminho a percorrer na consciencialização da endometriose, além da doença ser pouco conhecida, em parte pela falta de informação vinculada na comunicação social e pelo desconhecimento e interesse da própria classe médica. É urgente que a classe médica se informe sobre a gravidade da doença e das consequências que um diagnostico errado ou tardio pode causar na vida da mulher”, afirmou Susana Fonseca.

13 de março Marcha Mundial contra a endometriose

Dia 13 de março de 2014 junte-se à Marcha Mundial contra a endometriose Million Women March. Este evento irá decorrer em 52 países ao mesmo tempo e cujo o objetivo é consciencializar a população sobre a doença e difundir a importância do diagnóstico precoce.

Pode fazer a inscrição aqui: http://mulherendo.pt/marcha-mundial-pela-divulgacao-da-endometriose/

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up